Eletrólise Intratisular Percutânea – EPI

Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

A Eletrólise Percutânea Intratissular (EPI) é uma técnica desenvolvida na Espanha em 2001 com a finalidade de acelerar o processo de reabilitação de lesões crônicas. Consiste no tratamento físico minimamente invasivo, que envolve a aplicação de uma corrente galvânica através de uma agulha que produz um processo inflamatório local, iniciando processo de fagocitose e a reparação dos tecidos moles afetados (tendões, ligamentos, músculos, etc.), com a estimulação de colágeno em tempo real.

Com seus resultados impressionantes a E.P.I tem permitido um alívio mais rápido e eficaz das dores, ela torna possível a reparação do tecido afetado, com alterações imediatas na mecânica e biologia do tendão, ativando mecanismos que são capazes de iniciar um novo processo de proliferação do tecido que se encontra não estruturado e fraco.

Associada a técnicas de terapia manual e cinesioterapia, é possível o reestabelecimento da função da estrutura lesionada em um período muito menor do que o previsto anteriormente ao surgimento da EPI, e com baixo índice de recidivas.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.